terça-feira, 15 de agosto de 2017

Sopa de Couve-flor com Frango


Mais uma receita de sopa para nos aquecer nesse inverno.

Ingredientes:
1 coxa de frango (ou outro pedaço qualquer)
1 tomate picado
1 cebola picada
2 dentes de alho amassados
1 talo de aipo (salsão) picado
Sal e pimenta do reino a gosto
Azeite de oliva

1 galho de salsa picado
1 couve-flor em floretes com algumas folhas rasgadas
4 xícaras de água

Modo de fazer:
1. Refogar no azeite os 6 primeiros ingredientes juntos na panela, até a coxa ficar dourada.
2. Adicionar 4 xícaras de água e deixar ferver.
3. Quando ferver adicionar a couve-flor com as folhas e a salsa
4. Tampar a panela e baixar o fogo.
5. Depois que tudo estiver cozido, desviar a coxa.
6. Colocar a coxa desfiada mais os demais ingredientes da panela no liquidificador e bater até ficar um creme.
7. Volta com este creme para a panela e deixar ferver.
8. Servir logo em seguida.




Cauliflower with Chicken Soup

Ingredients:
1 chicken thigh (or any other piece)
1 chopped tomato
1 chopped onion
2 cloves garlic, crushed
1 stalk of celery chopped
Salt and black pepper to taste
Olive oil

1 stick chopped parsley
1 cauliflower on florets with some torn leaves
4 cups water

Directions:
1. Braise the first 6 ingredients together in oil, until the thigh becomes golden.
2. Add 4 cups water and bring to boil.
3. When boiling add cauliflower with leaves and parsley
4. Cover the pan and lower the heat.
5. After everything is cooked, split the chicken thigh.
6. Put the thigh plus the other ingredients of the pan in the blender and beat until a cream.
7. Return with this cream to the pan and bring to boil.

8. Serve .

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Sobremesa de Tapioca


A tapioca que já era estrela no nordeste do Brasil, vem ultimamente conquistando as mesas da cidade do Rio de Janeiro. Usualmente é servida salgada, com recheio de queijo e/ou outros ingredientes. Seu sucesso está associado à facilidade de se fazer e por ser uma comida saudável, sem glutem e lactose. Normalmente, as pessoas passam a consumir a tapioca no lugar do pão.

Como não temos tapioqueira, fazemos as nossas tapiocas em uma frigideira não aderente.

Na receita a seguir mostramos uma versão simples de tapioca doce. Nós usamos leite condensado com coco ralado, mas você pode recheia-la com doce de leite, queijo com goiabada, chocolate derretido, geleias ou qualquer outro ingrediente ao sabor de sua imaginação.

Ingredientes:
Tapioca umedecida (goma de mandioca hidratada)
Leite condensado
Coco ralado ao natural ou ralado de pacote adocicado

Modo de fazer:
1. Esquentar uma frigideira não aderente.
2. Peneirar a tapioca hidratada diretamente na frigideira até formar uma película com 1 milímetro de espessura. Deixar grelhar por uns segundos (cuidado para não queimar)
3. Virar a tapioca com uma espátula para grelhar do outro lado. Dar uns apertos com a espátula para grelhar melhor.
4. Colocar o recheio de leite condensado e coco ralado na tapioca.
5. Dobrar a tapioca ao meio e deixar o recheio esquentar um pouco.





Tapioca dessert

The tapioca that was already star in the northeast of Brazil, has been winning the tables of the city of Rio de Janeiro. It is usually served salty, with cheese filling and / or other ingredient. Its success is associated with the ease of being made and for being a healthy food, without gluten and lactose. Usually, people begin to consume tapioca instead of bread.

Since we do not have tapioqueira, we make ours in a non-stick skillet.

In the following recipe we show a version of sweet tapioca as dessert. We use sweetened condensed milk with grated coconut, but you can stuff it with dulce de leche, guava jam and cheese, melted chocolate, jellies or any other ingredient to the taste of your imagination.

Ingredients:
Moist tapioca (hydrated manioc gum)
Sweetened Condensed milk
Coconut grated

Directions:
1. Heat a non-stick skillet.
2. Sift the hydrated tapioca directly into the frying pan until it forms a 1-millimeter thick film. Leave to grill for a few seconds (be careful to not burn)
3. Turn the tapioca with a spatula to grill on the other side. Tighten with the spatula to grill better.
4. Place the filling of condensed milk and grated coconut in the tapioca.

5. Fold the tapioca in half and let the filling warm up a bit

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Sobrecoxas de Frango Assadas com Manjericão


Aconselhamos, pois ficou delicioso.

Ingredientes:
4 sobrecoxas de frango com a pele
Sal e pimenta do reino a gosto
Folhas de manjericão fresco
Azeite de oliva

Modo de fazer:
1. Temperar o frango com sal e pimenta do reino.
2. Colocar folhas de manjericão embaixo da pele do frango
3. Dispor as sobrecoxas em um refratário ou assadeira.
4. Regar as sobrecoxas com um fio de azeite.
5. Assar em forno médio até o frango ficar macio e dourado.


 


Baked Chicken Drumsticks with Basil

Ingredients:
4 chicken drumsticks with skin
Salt and black pepper to taste
Fresh basil leaves
Olive oil

Directions:
1. Season chicken with salt and black pepper.
2. Place basil leaves under chicken skin
3. Arrange the drumsticks in a refractory or baking dish.
4. Sprinkle the drumsticks with olive oil.

5. Bake in medium oven until the chicken is tender and golden.

terça-feira, 25 de julho de 2017

Jiló Refogado


O jiló (solanum gilo) pertence à mesma família da berinjela e do pimentão, sendo muito popular em diversas regiões do Brasil. Esta planta foi introduzida no país com o comércio de escravos da África. O jiló é também muito apreciado em regiões da África, onde é chamado de ovo verde de jardim, nos países de colonização inglesa e de muitos outros nomes nas línguas africanas. Na língua quimbundo de Angola, que deu origem ao nome em português, é chamado de njilo.

O jiló é uma fruta amarga (não é um legume), sendo valorizado por parte da população brasileira, justamente pelo seu amargor. Na literatura, mencionam que para atenuar o amargor, deve-se cortar o jiló em 2 ou em 4, aferventar em água e sal por 5 minutos e escorrer, ou deixar de molho na água e sal por 15 minutos. Nós consideramos que ao se cozinhar bem, até o jiló ficar bem macio, é suficiente para tirar grande parte do amargor.

Existem dois tipos básicos de jiló no Brasil. Um é chamado de comprido verde claro e o outro é chamado de morro redondo. Morro redondo é considerado mais amargo do que o comprido verde claro. Ambos são consumidos imaturos na cor verde. Quando ficam maduros se tornam laranja avermelhados. Os brasileiros só o consomem verdes, enquanto outros povos os consomem também maduros. O tipo comprido verde claro é o preferido no Brasil.

O jiló é muito popular principalmente no Sudeste do Brasil, mas também em outros estados como na Bahía e em Goiás, sendo consumido como aperitivo ou como acompanhamento, nas formas de refogado ou frito.

A seguir, mostramos a receita que fizemos de Jiló Refogado.

Ingredientes:
Jilós
Sal e pimenta do reino a gosto
Cebola picada
Tomate picado
Alho amassado
Azeite ou óleo vegetal

Modo de fazer:
1. Cortar o jiló ao meio.
2. Numa panela, refogar a cebola e o alho no azeite, até a cebola ficar transparente.
3. Juntar os tomates e refogar até o tomate e a cebola desmancharem
4. Adicionar os jilós e dar uma salteada.
5. Adicionar um pouco de água, tampar a panela e baixar o fogo.
6. Cozinhar os jilós até ficarem macios e bem cozidos. Não esquecer de ir colocando água toda vez que a panela for secar.
7. Servir com um molho de pimenta do lado (opcional)







Gilo (Braised Scarlet Eggplant or Green Garden Egg)

Jiló (solanum gilo) belongs to the same family of the eggplant and the bell pepper, being very popular in diverse regions of Brazil. This plant was introduced in the country with the slave trade of Africa. Jiló is also much appreciated in regions of Africa, where it is called a green garden egg, in the countries of English colonization and many other names in African languages. In the Kimbundo language of Angola, which gave rise to the name in Portuguese, it is called njilo.

Jiló is a bitter fruit (not a vegetable), being valued by the Brazilian population, precisely because of its bitterness. In the literature, mention that to reduce the bitterness, you should chopped in 2 or 4 the jilós, boil in water and salt for 5 minutes and drain, or leave to soak in the water and salt for 15 minutes. We consider that when cooking well, until the jiló to be tender, is enough to take out much of the bitterness.

There are two basic types of jiló in Brazil. One is called comprido verde claro ("long, light green") and the other is called morro redondo ("round hill"). Morro Redondo is considered to be bitterer than comprido verde claro. Both are consumed immature in green color. When they mature they become reddish orange. Brazilians only consume it green, while other people also consume them mature. The long light green type is preferred in Brazil.

Jiló is very popular mainly in Southeastern Brazil, but also in other states as in Bahia and Goiás, being consumed as an appetizer or as an side dish, braised or fried.

Following, we shows the recipe we made for Braised Jiló.

Ingredients:
Jilós
Salt and black pepper to taste
Chopped onion
Chopped tomato
Crushed garlic
Olive oil or vegetable oil

Directions:
1. Cut the jiló in half.
2. In a pan, braise onion and garlic in the olive oil, until the onion is transparent.
3. Add the tomatoes and braise until the tomatoes and onion breaks
4. Add the jilós and stir-fry.
5. Add a little water, cover the pan and lower the heat.
6. Cook the jilós until tender and well cooked. Do not forget to put in water every time the pot begining to driy.

7. Serve with a pepper sauce on the side (optional) 

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Cogumelos com Gengibre e Molho Shoyo


Típica receita de cogumelo a moda oriental. Prato simples e rápido de fazer.

Ingredientes:
150 g de cogumelos shitake fatiados
150 g de cogumelos Portobelo cortados ao meio
1 fio de óleo vegetal
1 colher de chá de molho de peixe
1 colher de sobremesa de molho shoyo
2 colheres de chá de gengibre picadinho

Modo de fazer:
Refogar todos os ingredientes no óleo até os cogumelos ficarem macios e com pouco líquido.


Mushrooms with Ginger and Shoyo Sauce

Typical mushroom recipe the oriental-style. Dish simple and quick to make.

Ingredients:
150 g sliced shitake mushrooms
150 g Portobelo mushrooms cut in half
1 strand of vegetable oil
1 teaspoon of fish sauce
1 tablespoon of shoyo sauce
2 teaspoons minced ginger

Directions:

Braise all ingredients in the oil until the mushrooms are tender and with little liquid.

terça-feira, 11 de julho de 2017

Escondidinho de Peixe




Este Escondidinho é fácil e rápido de fazer. Nós usamos cação, mas você pode usar qualquer outro peixe de carne firme do seu gosto.

Ingredientes:

1 kg de filé de cação cortado em cubos
1 cebola picadinha
1 tomate picadinho
2 dentes de alho amassados
Sal e pimenta do reino a gosto
1 xícara de molho de tomate (nós usamos ½ embalagem de Pomarola)
Azeite de oliva

7 batatas grandes cozidas na água e sal

Modo de fazer:

1. Refogar em um pouco de azeite todos os ingredientes até formar um molho grosso.
2. Fazer um purê com as batatas cozidas.
3. Montagem em um refratário:
1 camada de purê de batata
1 camada com o molho
1 camada de purê de batata.
4. Esquentar no micro-ondas ou no forno na hora de servir.
  



Fish Cake

This Fish Cake is easy and fast to do. We use shark fillet, but you can use any other firm meat of fish.

Ingredients:

1 kg fish fillet chopped in cubes
1 tomato finely chopped
2 cloves garlic, crushed
Salt and black pepper to taste
1 cup tomato sauce (we use ½ pack of Pomarola)
Olive oil

7 large potatoes cooked in water and salt

Directions:

1. Braise in a little of oil all the ingredients until forming a thick sauce.
2. Puree the cooked potatoes.
3. Assembly in a refractory dish:
1 layer of mashed potatoes
1 layer with the sauce
1 layer of mashed potatoes.

4. Microwave in the serving time.

terça-feira, 4 de julho de 2017

Sopa de Batata Doce


A temperatura caiu muito nos últimos dias. Vamos nos esquentar com mais uma receita de sopa

Ingredientes:
1 colher de sopa de aipo picado
Óleo vegetal
2 batatas doces (cerca de 250 g) descascadas e picadas
1 ½ xícaras de caldo de carne (colocamos também um pedaço pequeno de carne)
1 folha de louro
1/2 colher de chá de manjericão seco
1 pitada de sal

Modo de fazer:
1. Em uma panela, saltear a carne, o aipo e a cebola no óleo até a carne ficar dourada.
2. Adicionar os demais ingredientes e ferver em fogo médio.
3. Reduzir o fogo, tampar e ferver por 25-30 minutos ou até tudo ficar macio.
4. Desligar o fogo, descartar a folha de louro e deixar esfriar.
5. Num liquidificador ou processador, processar a sopa, colocando aos poucos até obter um creme homogêneo. Se necessário adicionar um pouco de água.
6. Retornar com a sopa na panela e deixar ferver.

Sweet potato soup

The temperature has dropped a lot in recent days (in Rio de Janeiro). Let's warm up with another soup recipe

Ingredients:
1 tablespoon chopped celery
Vegetable oil
2 sweet potatoes (about 250 g) peeled and chopped
1 ½ cups of broth (we also put a small piece of beef)
1 bay leaf
1 teaspoon dried basil
1 pinch salt

Directions:
1. In a saucepan, sauté the beeft, celery and onion in the oil, until beef is golden.
2. Add the remaining ingredients and boil over medium heat.
3. Reduce heat, cover and boil for 25-30 minutes or until everything is tender.
4. Turn off the heat, discard the bay leaf and let it cool.
5. In a blender or processor food, process the soup, gradually adding until a homogeneous cream is obtained. If necessary add a little water.

6. Return with the soup in the pan and bring to the boil